A Igualdade Perante o Natal


Igualdade — palavra tão discutida, mas ainda tão pouco compreendida.

Observa a natureza e verifica se ela, através de seus elementos, demonstra ter havido no Criador a preocupação com a utilização de moldes de massificação.

Se há princípios gerais, se há leis delineadas no que diz respeito a tudo o que nos cerca, certo é que cada coisa tem características que lhe são peculiares.

Analisa as árvores de uma mesma espécie e verifica que cada uma tem detalhes que as identificam e que as fazem diferirem relação às outras. Observa os animais, observa os seres humanos, observa, enfim, tudo que nos rodeia. Tudo, indistintamente, traz marcada originalidade, o que nos prova que Deus foi criterioso e detalhista em sua ação criadora.

Pensa agora no uso que se faz da palavra igualdade no âmbito das realizações humanas. O mundo vive a clamar por igualdade. Entretanto, se achamos plenamente justo que a cada um seja concedida igual chance de atuar e progredir, de aprender e evoluir, não podemos esquecer que a aplicação desta chance vai ter o toque individual decorrente do grau evolutivo em que se encontram as pessoas.

A propósito do Natal, gostaríamos de sentir que a todas as pessoas seja oferecida a mesma oportunidade de desfrutar a data com real aproveitamento, mas garantimos que até aqueles que estiverem juntos no mesmo ambiente viverão o seu Natal interior de modo peculiar. Isto, por certo, significa que somos livres e aproveitamos da vida o que ela tem a nos oferecer, norteados pelas aquisições interiores.

No momento em que deixo minha mensagem pela ocasião de tão significativa festa, não vou desejar um Natal igual para todos, formulando votos amplos e idênticos a cada criatura. Quero individualizar minha mensagem ao nível da necessidade de cada um.

Amigo, vive mais este Natal, na certeza de que Deus está contigo e que tu és responsável pela presença ou ausência do Cristo nas ações que realizas e nos pensamentos que alojas em tua mente.

Pratica teu culto interior ao Mestre que Se fez criança e faze com que este momento seja o presente que tu mesmo hás de te endereçar: a vivência do amor no Cristo.

Livro Intercâmbio, cap. A Igualdade Perante o Natal, Espírito Luiz Sérgio – psicografia de Alayde de Assunção e Silva, Lucia Maria Secron Pinto.

VN:F [1.9.22_1171]
Vote, sua opinião é importante.
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

This entry was posted in Mensagem and tagged , . Bookmark the permalink.

One Response to A Igualdade Perante o Natal

  1. parabéns pelo site

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *