Natal


Nasceu uma Luz no nosso caminho.
Cegos, não A enxergamos antes.
Doidos, não entendemos Sua mensagem.
Muitos, chamaram-NA enganadora,
Outros desafiaram Sua autenticidade,
Indiferentes A ignoraram,
Céticos desconfiaram.

Alguns A analisaram e se perderam em considerações.

A Luz permanecia acesa iluminando a todos.
Buscaram vendas que escurecessem o Seu brilho Os que Ela incomodava com Sua intensidade.
Era mais cômodo caminhar assim.

Passaram-se os séculos e a Luz não se arrefeceu.
Que fazer, senão pesquisar?
Alguns A seguiram e viram Seus caminhos.
Disseram maravilhas aos demais.
Contudo, ninguém via nada. Tudo igual.
Igual a vida. Igual a morte.

Onde a diferença?
Então, alguém explicou:
“É algo que não se vê com os olhos; está dentro de nós; Nasce em cada um a visão dos caminhos floridos.
Atentai para a Luz. Ela descerra véus que guardam

Horizontes de esperança e de paz. De promessas cumpridas.
De felicidade sentida.”

Cada qual, então, procura dentro de si a força criadora Que fará nascer a visão interna dos caminhos da Luz.
Oh! Luz simbólica que dentre séculos jamais se extinguiu.
Ê o espelho de nossa alma.
Como?
Sim. Quando para Ela olhardes e sentirdes neLA vossa imagem, A» houve o vosso Natal.
O Cristo, enfim, foi identificado por vós.

Caminheiros vários que percorreis os árduos caminhos da Regeneração, olhai a luz dos ensinamentos crísticos E buscai nela a inspiração para o vosso sentir.
Não vos abaleis com o escárnio e a zombaria que ouvirdes.

Os que hoje vos apupam, amanhã também buscarão A inspiração luminosa do Cristo.
A luz reflete a alma dos Cristos.
A luz exemplifica a missão de Jesus.
Se Jesus teve o seu Natal, todos poderão tê-lo também,
Quando dentro de cada um eclodir a Luz que se identifique Com a estrela luminosa
Acendida entre a humanidade há quase dois mil anos.

Livro Novas Mensagens, cap. 21, Espírito Luiz Sérgio – Psicografia de Alayde Assunção e Silva.

VN:F [1.9.22_1171]
Vote, sua opinião é importante.
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

This entry was posted in Poesia Espírita and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *