Category Archives: Poesia Espírita

Natal

Nasceu uma Luz no nosso caminho. Cegos, não A enxergamos antes. Doidos, não entendemos Sua mensagem. Muitos, chamaram-NA enganadora, Outros desafiaram Sua autenticidade, Indiferentes A ignoraram, Céticos desconfiaram.

Posted in Poesia Espírita | Tagged , , | Leave a comment

Herdeiros do novo mundo

Bem-aventurados os mansos e pacíficos… O mundo, eles vão pacificar, Do contrário, não adianta reclamar, Pois na Terra não vão ficar. O orbe terrestre clama por pacificação. Quem for manso e pacifico, da Terra será herdeiro, Aprenderá a ser bom … Continue reading

Posted in Poesia Espírita | Tagged , , | 1 Comment

Bilhete de Natal

Livro Antologia Mediúnica do Natal, Cap. 40, Casimiro Cunha (Espírito) – Chico Xavier. Meu amigo, não te esqueças, Pelo Natal de Jesus, De cultivar na lembrança, A paz, a verdade e a luz.

Posted in Poesia Espírita | Tagged | Leave a comment

Retrato de Mãe

Livro Momentos de Ouro, Maria Dolores – Chico Xavier. Depois de muito tempo, Sobre os quadros sombrios do calvário, Judas, cego no Além, errava. Solitário… Era triste a paisagem O céu era nevoento… Cansado de remorso e sofrimento, sentara-se a … Continue reading

Posted in Poesia Espírita | Tagged | Leave a comment

Oração

Livro Parnaso de Além-Túmulo, José Silvério Horta – Chico Xavier. Pai Nosso, que estás nos Céus, Na luz dos sóis infinitos, Pai de todos os aflitos Deste mundo de escarcéus.

Posted in Poesia Espírita | Tagged , | 1 Comment

Na noite de Natal

Livro Parnaso de Além-Túmulo, João de Deus – Chico Xavier. -“Minha mãe, por que Jesus, Cheio de amor e grandeza, preferiu nascer no mundo Nos caminhos da pobreza?

Posted in Poesia Espírita | Tagged , | Leave a comment

No Templo da Educação

Livro Parnaso de Além-Túmulo, João de Deus – Chico Xavier. Distribuía o Mestre os dons divinos Da luz do seu Espírito sem jaça, E exclama, enquanto a turba observa e passa: -“Deixai vir a mim os pequeninos!…”

Posted in Poesia Espírita | Tagged , , | Leave a comment

Eterna Mensagem

Livro Parnaso de Além-Túmulo, João de Deus – Chico Xavier. Ainda e sempre o Evangelho do Senhor É a mensagem eterna da Verdade, Senda de paz e felicidade, Na luz das luzes do Consolador.

Posted in Poesia Espírita | Tagged | 1 Comment